domingo, 13, junho, 2021
InícioNotíciasMundoExército dos EUA desenvolvem vacina contra a Covid-19

Exército dos EUA desenvolvem vacina contra a Covid-19

Publicidade

O Exército dos Estados Unidos já iniciou os primeiros testes em humanos nesta última terça-feira (06) da nova vacina desenvolvida por eles. A iniciativa foi realizada pelo Instituto de Pesquisa do Exército Walter Reed (WRAIR), que fica em Silver Spring, no estado de Maryland.

O trabalho iniciou em 2020, logo após o sequenciamento do coronavírus, em janeiro. 10 pessoas iniciaram o trabalho que gerou 12 protótipos. Durante seis meses, foi possível selecionar uma vacina que passou a ser a candidata dos testes.

Publicidade

Em uma entrevista à ABC News, Kayvon Madjarrad, que é o diretor do departamento de doenças infecciosas do Instituto, disse:

“Queremos vencer esta batalha, mas também queremos vencer a longa guerra. Mesmo que tenhamos as vacinas disponíveis dentro de um ano, quantas centenas de milhares de pessoas nos EUA e quantas milhões de pessoas em todo o mundo perderam suas vidas antes mesmo dos imunizantes estarem disponíveis? Queremos chegar a um ponto em que nossa vacina já esteja disponível antes que a próxima variante, o próximo fluxo, a próxima espécie de coronavírus ocorra.”

Publicidade
Publicidade

As vacinas que estão autorizadas nos Estados Unidos, funcionam dando instruções genéticas para o corpo, para que a pessoa produza a proteína – o sistema imunológico é alertado e começa a produzir anticorpos.

Já a vacina desenvolvida pela WRAIR, pula as etapas de introdução genéticas e produção. Ela já inclui a proteína em um composto de reforço imunológico, o que leva uma resposta mais rápida de anticorpos.

Outro ponto positivo é que a vacina não precisa de refrigeração – como são necessárias nas atuais.

“Outras vacinas provavelmente protegerão contra novas variantes, mas podem ter sua eficácia diminuída. O que vimos até agora nos testes com animais é que essa vacina não diminuiu em nada contra as variantes e é eficaz contra outros coronavírus como o SARS-1 — explica Modjarrad.”

Apesar da novidade e animação dos cientistas, vale ressaltar que a vacina ainda está na fase de teste inicial e só agora iniciou em humanos. É preciso aguardar novos resultados e a conclusão de todas as fases para só então ser liberada para o uso.

Janehttps://www.facebook.com/EditoraZip
Nascida em São Paulo, onde moro há 20 anos, trabalho na internet há 8 anos escrevendo artigos sobre diversos nichos, como celebridades, curiosidade, relacionamento, etc. Procuro sempre trazer notícias interessantes, buscando a qualidade e a veracidade. Amo gatos! Contato: [email protected]
- Publicidade -

POSTS RECENTES

COMENTÁRIOS RECENTES