terça-feira, 27, julho, 2021
InícioNotíciasMundoVariante "japonesa" pode ser mais resistente a vacinas

Variante “japonesa” pode ser mais resistente a vacinas

Publicidade

As variantes da Covid-19 tem causado preocupação – algumas com potencial de transmissão mais que outras, apavora os países que estão tentando conter os números de casos que vem subindo a cada dia.

Para piorar mais ainda a situação, a notícia de que a variante japonesa do coronavírus E484K, que infectou cerca de 70% dos pacientes com Covid-19 no hospital de Tóquio no mês passado, pode ser mais resistente às vacinas.

Publicidade

Também chamada de Eek, ela carrega uma mutação na proteína S do coronavírus – responsável por “facilitar” a entrada do vírus na célula humana – e a primeira variante a ser alvo dos anticorpos produzidos por imunizantes (vacinas), de acordo com Flavio da Fonseca, que é virologista do departamento de Microbiologia da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e presidente da Sociedade Brasileira de Virologia (SBV), segundo uma entrevista concedida ao site R7.

De acordo com a reportagem, o especialista explicou que “É a mutação E484K, que muda um aminoácido E para um aminoácido K. Essa mutação acontece em um ponto aonde parte dos anticorpos formados pela vacina se ligam. Com a alteração, eles deixam de se ligar com tanta eficácia. Não é um bloqueio total, mas certamente a resposta imune provocada pela vacina fica um pouco prejudicada”.

Publicidade
Publicidade

Ainda não há estudos sobre a letalidade da variante japonesa, mas a notícia causa preocupação quanto à imunização.

Janehttps://www.facebook.com/EditoraZip
Nascida em São Paulo, onde moro há 20 anos, trabalho na internet há 8 anos escrevendo artigos sobre diversos nichos, como celebridades, curiosidade, relacionamento, etc. Procuro sempre trazer notícias interessantes, buscando a qualidade e a veracidade. Amo gatos! Contato: [email protected]
- Publicidade -

POSTS RECENTES

COMENTÁRIOS RECENTES